ADELAIDE


Independent Quarterly Literary Magazine
Revista Literária Independente Trimestral

New York / Lisboa

covers


LITERARY CONTESTS FICTION NONFICTION POETRY HAPPENINGS BOOK REVIEWS INTERVIEWS NEW TITLES ART & PHOTOGRAPHY

 

 

 

 

 

 

book

 

O DIÁRIO DO MEU SUICÍDIO
de Rui Miguel Almeida

ISBN: 978-989-766-075-7
Edição ou reimpressão: 12-2016
Editor: Coolbooks
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 235 x 15 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 274

SINOPSE

Até que ponto somos culpados pelas escolhas que fazemos? Estará o certo sempre certo e o errado sempre errado?

Diogo, um professor de liceu, casado e pai de dois filhos, é um homem amargurado, sentindo em demasia o peso dos dias e o seu desfiar de exigências. Pondera pôr termo à vida, mas falta-lhe a coragem. Inicia então a escrita de um diário, uma espécie de terapia, desabafando nas páginas em branco as suas frustrações, sempre acompanhado por uma boa dose de álcool.

Algum tempo depois, conhece Anabela, uma jovem professora que o vai despertar para sentimentos e sensações outrora adormecidos. Pelo meio há uma melhor amiga de honestidade grosseira, uma aluna muito especial, e a descoberta de segredos perturbadores sobre os filhos e a esposa. Nem tudo acaba da melhor forma, e entre o que se cala e o que fica por conhecer, as vidas vão-se vivendo, na paz possível.

Rui Miguel Almeida
Nascido em Coimbra em 1975, viveu quase sempre em Aveiro, que sente como a sua cidade. Aos 10 anos, pedia dinheiro para gelados e voltava com livros de quadradinhos. Aos 15, jurava a pés juntos jamais usar fato e gravata, casar e ter filhos. Passou bem ao lado de uma carreira no futebol, e ainda mais ao lado de outra no rock n’roll, após descobrir que era melhor a tocar uma régua de 50 cms que uma guitarra. Além da literatura, as suas grandes paixões são a música e a fotografia. Adora futebol, praia e viajar. Os seus primeiros textos foram poemas apaixonados, de onde transitou para os amargurados. Aos 18 escrevinhou o seu primeiro trabalho de ficção, ao qual foi somando vários outros, todos a repousar na gaveta. "O diário do meu suicídio" é a primeira obra que publica. Presentemente, usa fato e gravata, é casado e tem dois filhos. Há muito que deixou de jurar a pés juntos.

 

(Source: www.wook.pt)


 

 

 

 

 

 

 

     
CONTENTS

HOME

CONTRIBUTORS CURRENT ISSUE STORE FICTION HAPPENINGS NEW TITLES CLASSIFIED ADS
ABOUT US

FRIENDS & PATRONS BACK ISSUES CONTACT US NONFICTION BOOK REVIEWS ART & PHOTOGRAPHY FACEBOOK
MASTHEAD

DONATE SUBMISSIONS BOOK CHAT LIVE POETRY INTERVIEWS BOOK MARKETING TWITTER

Copyright © 2015 Istina Group DBA Independent Publishers, New York            Webdesign: svnwebdesign